contato@radioserra.com(24) 2246-1724Webmail

DIA MUNDIAL DE COMBATE AO CÂNCER

Foco está na conscientização sobre prevenção da segunda doença que mais mata no mundo

 

O Dia Mundial de Combate ao Câncer é comemorado anualmente em 08 de abril e tem como foco principal conscientizar a população mundial sobre os cuidados de prevenção das neoplasias. As causas para o surgimento do câncer podem ser as mais variadas possíveis, desde motivos externos, tais como o ambiente, costumes ou hábitos que o indivíduo possui, passando por fatores internos, como características geneticamente predeterminadas.

 

Desde 1995 o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), órgão do Ministério da Saúde, apresenta a cada biênio estatísticas atualizadas e sistemáticas na área de saúde. De acordo com o Radioncologista, Dr. Eduardo Ramos, membro do corpo clínico da RadioSerra – Centro Regional de Radioterapia,  no Brasil, assim como no restante do mundo, o câncer é considerado a segunda doença que mais mata.

 

Com base no documento World cancer report 2014 da International Agency for Research on Cancer (Iarc), da Organização Mundial da Saúde (OMS), é inquestionável que o câncer é um problema de saúde pública, especialmente entre os países em desenvolvimento, onde é esperado que, nas próximas décadas, o impacto do câncer na população corresponda a 80% dos mais de 20 milhões de casos novos estimados para 2025.

 

A estimativa para o Brasil, biênio 2016-2017, aponta a ocorrência de cerca de 600 mil casos novos de câncer. Excetuando-se o câncer de pele não melanoma (aproximadamente 180 mil casos novos), ocorrerão cerca de 420 mil casos novos de câncer. O perfil epidemiológico observado assemelha-se ao da América Latina e do Caribe, onde os cânceres de próstata (61 mil) em homens e mama (58 mil) em mulheres serão os mais frequentes. Sem contar os casos de câncer de pele não melanoma, os tipos mais frequentes em homens serão próstata (28,6%), pulmão (8,1%), intestino (7,8%), estômago (6,0%) e cavidade oral (5,2%). Nas mulheres, os cânceres de mama (28,1%), intestino (8,6%), colo do útero (7,9%), pulmão (5,3%) e estômago (3,7%) vão figurar entre os principais.

 

Dr. Eduardo Ramos ressalta que diante do estudo apresentado pelo Inca é possível observar a existência de um perfil de determinados tipos de câncer em países em desenvolvimento que se assemelha ao perfil em países desenvolvidos, principalmente com relação aos cânceres de próstata, mama e intestino; entretanto, ainda persistem os cânceres relacionados às condições socioeconômicas menos favoráveis, como o do colo do útero e o do estômago, nos países em desenvolvimento, que é o caso do Brasil.

 

Diante de estatísticas, o especialista pontua que o Dia Mundial de Combate ao Câncer tem que manter ser foco principal que é o de mobilizar pessoas e organizações para reforçar a necessidade de adoção de hábitos saudáveis, prevenção e diagnóstico precoce, bem como o uso adequado dos tratamentos disponíveis, que são fundamentais para o controle da doença.

 

“Conscientizar à população de seu papel individualmente e enquanto em sociedade na luta contra a doença, talvez seja uma das ações mais importantes nesse momento social. Mas é vital repetir, quantas vezes forem necessárias, a importância de hábitos saudáveis de vida, prática de exercícios físicos regulares, acompanhamento e avaliações periódicas com o médico de confiança”, frisa Ramos.

 

E para finalizar o Radioncologista relembra que a detecção precoce é sem dúvida um fator importante no tratamento, no prognóstico e na cura das doenças, uma vez que se tornam maiores as chances de cura, quando os casos de cânceres são diagnosticados nos estágios iniciais.

 

Mais informações sobre o corpo clínico e os serviços oferecidos, podem ser obtidas e realizadas na sede da RadioSerra – Centro Regional de Radioterapia, que fica localizada na Rua Dr. Sá Earp, 309 – parte - Morin, pelo telefone (24) 2246-1724, no site www.radioserra.com ou no e-mail contato@radioserra.com.



Voltar